Notícia

Daae responde requerimento sobre os bolsões

Vereador Rafael de Angeli vê risco de as caçambas se tornarem criadouros de mosquitos

O Departamento Autônomo de Água e Esgotos (Daae) respondeu a Requerimento apresentado pelo vereador Rafael de Angeli (PSDB), que pediu informações sobre os Pontos de Entrega Voluntária de Entulhos e Volumosos (PEVs), em especial sobre as caçambas instaladas nestes locais. O parlamentar pediu o cronograma de retirada e trocas das caçambas, e questionou se haveria algum sistema que evitasse o acúmulo de água, para que essas não se tornem criadouros de mosquitos transmissores de doenças. Em resposta, o diretor de Gestão Ambiental da autarquia, Helton Galvão, relatou que as caçambas são trocadas, no mínimo, uma vez por semana. Dependendo do volume de resíduos recebidos, a troca chega a ser feita três vezes na semana.

Benefícios dos PEVs

Galvão ressaltou, ainda, que, para evitar o acúmulo de água, as caçambas de 4 m³ possuem furos no fundo e as de 26 e 39 m³ têm portas na parte traseira para o escoamento de líquidos, e que os PEVs representam um grande benefício para a cidade. “Com a implantação dessas caçambas, os resíduos recebidos deixaram de ser depositados no terreno, trazendo melhorias para o espaço e para o entorno", comentou. Angeli realçou a importância da resposta. “Com essas informações, sabemos exatamente o que explicar para os cidadãos que nos procuram fazendo esses questionamentos, pois existe a preocupação com o acúmulo de água e a proliferação de mosquitos”, concluiu.

   2020 © Rafael de Angeli. Todos os direitos reservados.

  • Instagram
  • Facebook
  • Twitter