Notícia

Educação responde sobre custos com atividades online em 2021

Resposta foi encaminhada após fiscalização do vereador Rafael de Angeli.


Em maio deste ano, o vereador Rafael de Angeli (PSDB) protocolou o Requerimento nº 445/2022, que solicita à Prefeitura informações referentes às licitações de lives, palestras e treinamentos realizados em 2021 pela Secretaria Municipal de Educação.


Devido à pandemia, a secretaria realizou diversos eventos online por meio de lives, como cursos, palestras e rodas de conversa. Nesse sentido, o vereador pediu uma planilha detalhada com os eventos online que ocorreram durante o ano de 2021, discriminando datas, plataformas utilizadas, dados acadêmicos dos palestrantes ou oradores, valores investidos em cada um (se houve contratação) e quantidade estimada de participantes nos eventos.


Em resposta, a secretária da Educação, Clélia Mara dos Santos, encaminhou tabela com as atividades formativas realizadas no ano passado. As informações podem ser acessadas no Ofício nº 1.848/2022, encaminhado à Câmara.


Angeli havia também questionado quais foram os fatores que determinaram a diferenciação entre palestrantes e oradores pagos e os que realizam o serviço sem onerar os cofres públicos. "No caso de palestrantes que não cobraram pelos seus préstimos, estes se deram por diferentes motivos, os quais vão desde questões éticas, de engajamento dos participantes com a educação pública, até enquanto contrapartida por pertencimento a instituições de ensino e pesquisa e também pelas condições específicas da pandemia, quando as atividades não apresentaram custos com deslocamento dos palestrantes", explicou a chefe da pasta.


Para o parlamentar, o trabalho fiscalizador se faz necessário.

"Queremos estar sempre perto e atentos aos valores gastos em toda a escala governamental, principalmente nos investimentos realizados no pico da pandemia", explica e finaliza Angeli.


26/8/22