top of page

Notícia

Programa Ponte Segura já vistoriou 73 estruturas em Araraquara

Rafael de Angeli e outros vereadores questionaram sobre as condições das pontes na cidade.

Imagem: Amanda Rocha / Reprodução/Câmara Municipal de Araraquara

Recentemente, os vereadores Rafael de Angeli , Marchese da Rádio e Lineu Carlos de Assis protocolaram, respectivamente, os requerimentos nº 1/2023, nº 2/2023 e nº 3/2023, solicitando informações a respeito da situação das pontes e pontilhões de Araraquara. Os parlamentares se mostraram preocupados com as pontes que permitem a travessia sobre córregos e rios pois, em períodos de chuvas intensas, ficam cheios, o que pode danificar a infraestrutura das pontes e ocasionar acidentes, como o ocorrido em dezembro de 2022 na Avenida Padre Francisco Salles Colturato, a Avenida 36.


A Secretaria de Obras e Serviços Públicos enviou a mesma resposta aos três vereadores, informando que, em 2019, foi realizada a contratação de uma empresa especializada para a elaboração de laudos de avaliação de condições estruturais dos pontilhões Leonardo Barbieri, Raphael Barbieri, Passarela Orival Ramalho e pontes das avenidas Portugal, São Paulo e Brasil, buscando a identificação das ações necessárias.


De acordo com o setor, foram considerados a abertura de fissuras; o comportamento das fissuras; as infiltrações de água; os pontos de desagregação do concreto; o adequado funcionamento dos aparelhos de apoios; a limpeza geral da superestrutura; os defeitos por acidentes; as condições do pavimento; e o estado de deformação da estrutura e sua estabilidade.


"Foram realizados os processos de inspeção cadastral, para relacionar os problemas visíveis, levantamento de material documental sobre a construção, pesquisa bibliográfica sobre os tipos de anomalias constatadas, levantamento de imagens fotográficas com drones e máquinas fotográficas, utilização de fenolftaleína para verificação de carbonatação da estrutura, o uso de trena eletrônica e manual para verificação da geometria, dimensão das fissura e análise do levantamento de campo, visando a identificar danos de estrutura", completa o Executivo.


O órgão alega que, em 2022, foi colocado em prática o programa Ponte Segura, que consiste em uma medida preventiva em pontes, viadutos e travessias. Segundo a Secretaria, o programa visa a vistoriar as estruturas espalhadas pela cidade em busca de problemas estruturais e 73 locais já foram supervisionados. "O programa é executado através da Coordenadoria Municipal de Proteção e Defesa Civil (Compdec), com a participação de agentes da coordenadoria, um engenheiro civil e auxílio de um drone".


O setor esclarece por fim que, além das vistorias mencionadas, são realizadas outras inspeções de rotina pela engenharia da cidade, assim como há diálogo com outras esferas e instituições, para compartilhamento de informações, fotos e laudos.


Para Angeli, "é necessário realizar os serviços apontados nos laudos o mais breve possível para que não aconteçam mais tragédias desta magnitude em nossa cidade".

Já Assis pontua que "foram enviados laudos feitos em 2019, que já apontavam diversas intervenções necessárias para garantir a segurança dessas estruturas e nada está sendo feito. O poder público não pode menosprezar a importância das manutenções periódicas nesses locais. A segurança da população deve ser prioridade".

6/3/2023

1 commentaire


Cris Rossi
Cris Rossi
13 mars 2023

Lamentável vereador Rafael gratidão por tudo o que tem feito para melhorar nossa cidade!

J'aime
bottom of page