Notícia

Proposta da Tribuna Popular avança após reunião com Escola do Legislativo

Na Tribuna Popular do dia 18 de abril, o estudante de Direito da Uniara, Vinicius da Silva Motta, credenciado pelo Partido Progressista, falou sobre o projeto “Jovem no Parlamento”, que tem como principal objetivo trazer mensalmente um grupo de 15 a 20 estudantes do ensino médio para conhecer a Câmara, suas dependências, seus processos e o cotidiano do vereador.

"São pessoas que estão tirando o título de eleitor e se inserindo no cenário político”, justificou na ocasião, informando que pesquisas recentes apontam que o Brasil conta atualmente com 45 mil eleitores entre 16 e 33 anos e que apenas 29% dos jovens brasileiros são militantes políticos ou participam de algum grupo de defesa de uma causa. “É preciso aumentar esse número, pois o jovem precisa estar ativo e informado sobre o panorama político para votar com consciência”, defendeu o estudante.


O projeto foi bem recebido pelos vereadores, que se dispuseram a colaborar para seu desenvolvimento, e nesta quarta-feira (03), Roger Mendes (PP) e Rafael de Angeli (PSDB), juntamente com a coordenadora da Escola do Legislativo da Câmara Municipal, Bruna Cardoso Brasil de Souza, reuniram-se com o estudante para discutir a proposta, já que a Escola conta com um projeto semelhante.


“A Escola já proporciona esse tipo de parceria. Desde 2010, existe o projeto ‘Visite a Câmara’, que ficou sob nossa responsabilidade em 2013. Temos o ‘Parlamento Jovem’ e o ‘Visite a Câmara’, o qual não é só para jovens, é para todos os interessados. Só pedimos que seja feito um agendamento com antecedência. E sempre é possível fazermos parcerias com instituições de ensino, é um projeto bem flexível”, explicou Bruna. Conforme completou Motta, “a ideia é abrirmos as inscrições para 15 a 20 jovens, mas não de uma escola específica e, a cada edição, termos de dois a três vereadores conversando com os alunos”.


“Nossa ideia hoje foi entender o que já existia na Escola do Legislativo e ver de que forma a proposta do Vinicius poderia ser agregada ao projeto da Escola”, afirmou Mendes.


Já Angeli, presidente da Escola do Legislativo, lembrou que “aproximar o Legislativo da sociedade, contribuir para sua formação política e colaborar para a capacitação dos jovens cidadãos é um dos principais objetivos da Escola”.


Após a conversa, foi definido um projeto piloto para as 15h do dia 22 de junho, com duração de cerca de duas horas e até 20 jovens envolvidos.  


Projeto pode ajudar na conscientização política dos jovens

Motta participou recentemente de um estágio no Congresso Nacional, onde teve a oportunidade de acompanhar sessões, palestras e discussões de projetos. “Foi uma experiência incrível para meu crescimento político e pessoal”, relatou. A vivência foi o que o inspirou a motivar outros jovens a aprofundarem seus conhecimentos por meio do Projeto Jovem no Parlamento.

   2020 © Rafael de Angeli. Todos os direitos reservados.

  • Instagram
  • Facebook
  • Twitter