Notícia

Vereador leva reivindicações da população à Secretaria da Saúde

O vereador Rafael de Angeli (PSDB) reuniu-se na tarde de quarta-feira (7) com a secretária da Saúde, Eliana Honain, para discutir projetos e diversos temas levados pelos munícipes ao seu gabinete.

O parlamentar comentou sobre o projeto das “mosquitoeiras” e da possibilidade da colocação de cartazes e distribuição de folhetos nas unidades de saúde, prontamente aceita pela secretária. “Tudo o que pudermos fazer para orientar e ajudar, é válido. Podemos conversar também com o pessoal da Vigilância”, afirmou.


Angeli citou a campanha que deverá arrecadar fundos para cadeiras de rodas, leites e fraldas geriátricas, discutida em reunião com o vice-prefeito Damiano Neto (PP) no dia 25 de janeiro. “A ideia é arrecadar tampas plásticas de garrafas pet e lacres de latas de alumínio e, com o dinheiro da venda, conquistar fundos para a compra dos materiais. Temos certeza que as crianças farão a diferença”, explicou. Eliana concordou e disse que disponibilizará pontos de coleta nas unidades de saúde.


O fechamento da farmácia de uma unidade de saúde do Jardim Universal, demanda levada por uma munícipe, também foi debatido. Segundo a secretária, dentro de dois meses, as entregas passarão a ser feitas em domicílio. “Vamos lançar esse programa em breve. Tivemos que otimizar.

Continuamos com o atendimento na Farmácia Central das 7h às 17h, e disponibilizaremos os medicamentos nas UPAs também”, garantiu.


Outro assunto discutido foi a dificuldade no encaminhamento das crianças das escolas para profissionais da saúde. “Otorrino não tem fila de espera, estamos repondo dentistas, temos uma fila muito grande para psicólogo, fonoaudiólogo e terapeuta ocupacional, e faremos concurso para contratar outro neurologista; mas os atendimentos de urgência estão sendo realizados nas UPAs”, detalhou Eliana, lembrando o mutirão realizado e a necessidade de uma melhor filtragem dos alunos encaminhados para a saúde. “Em alguns casos, não há necessidade. Vamos fazer uma capacitação dos professores para analisarmos melhor as prioridades nos encaminhamentos. Estamos acompanhando e monitorando essas filas e o tempo de espera. Abrindo o Pronto Socorro do Melhado, vai melhorar”, finalizou, prevendo a inauguração da unidade até o final do ano.


Para Angeli, “além de poder conversar sobre os projetos para a cidade na área da saúde, esse diálogo é sempre muito importante para levarmos as principais demandas dos munícipes que procuram o nosso gabinete”.

   2020 © Rafael de Angeli. Todos os direitos reservados.

  • Instagram
  • Facebook
  • Twitter