Notícia

Vereador propõe ferramenta para cálculo de tarifas de transporte


Imagine se você pudesse conhecer todos os detalhes da composição da tarifa de ônibus e até mesmo montar sua proposta, considerando a inclusão de melhorias na frota e a manutenção ou retirada de isenções. “Essa possibilidade não só existe, como já é uma realidade na cidade de Porto Alegre (RS)”, informa o vereador Rafael de Angeli (PSDB), que propôs ao Executivo, na última Sessão Ordinária, no dia 14 de março, a criação de uma ferramenta para cálculo da passagem de ônibus dentro do Portal da Transparência. “Essa ferramenta trará a composição da tarifa do ônibus ao conhecimento dos munícipes, contribuindo para que haja maior transparência, um princípio de grande relevância, que é, inclusive, uma marca da Constituição Federal de 1988”, acrescenta.


O site da tarifa de Porto Alegre mostra em detalhes os elementos que compõem o preço da passagem na cidade: remuneração por serviço prestado e remuneração de capital, despesas administrativas, pessoal, tributos, despesas variáveis, depreciação de capital e manutenção de frota. A página também informa o número de passageiros que utilizam o serviço, detalhando tipos de passagem e de benefícios utilizados, além de legislação relevante e perguntas frequentes.


No site de Porto Alegre, o usuário pode até mesmo “montar” sua própria tarifa hipotética a partir de dados básicos relativos a perfil e frequência de utilização do transporte público, benefícios, gratuidades e isenção na segunda passagem. Componentes mais sofisticados, como reconhecimento facial, câmeras de monitoramento em tempo real e uso de GPS, também são levados em conta. O usuário pode ainda opinar sobre o dissídio dos rodoviários, a renovação da frota e a obrigatoriedade ou não da presença de cobradores. Nessa simulação, o site informa o custo de cada escolha do usuário.


Rafael acredita que a iniciativa ajudará a sensibilizar e conscientizar a população.

“Os usuários terão mais clareza sobre todas as questões envolvidas na determinação de uma tarifa. O conhecimento do cálculo e o exercício de elaboração da tarifa resultariam na oferta de um transporte coletivo mais qualificado, ao mesmo tempo que conscientizariam os munícipes sobre o real custo do serviço, favorecendo a sua valorização”, avalia.


A ferramenta de Porto Alegre é descrita no site: https://tarifa2017.portoalegre.rs.gov.br

   2020 © Rafael de Angeli. Todos os direitos reservados.

  • Instagram
  • Facebook
  • Twitter