Notícia

Vereador questiona Prefeitura sobre incoerência de processo seletivo para professor


Na Sessão Ordinária de terça-feira (21), o vereador Rafael de Angeli (PSDB) apresentou Requerimento questionando a Prefeitura sobre a necessidade da abertura de dois processos seletivos para a contratação de professores temporários, quando ainda estaria válido um concurso público exatamente para a mesma atividade, porém, sem que nenhum professor aprovado no concurso tenha sido chamado até agora para o referido cargo.


O parlamentar lembra ainda que está sendo cobrada uma taxa de R$ 16,37 para o processo seletivo, enquanto para o concurso foi cobrada taxa de R$ 52, sem que, contudo, nenhum candidato aprovado tenha sido chamado para trabalhar. “Havendo concurso público vigente para professor, por qual motivo foram abertos dois processos seletivos para contratação em caráter temporário?”, questiona Angeli, que pergunta ainda o motivo de nenhum professor ter sido chamado por meio do concurso realizado no ano de 2015.


Para o vereador, há muita incoerência da Prefeitura com esta medida. “Não entendo a necessidade de se abrir um processo seletivo, sendo que já foi realizado um concurso público, ainda não foram convocados nenhum dos aprovados e agora querem chamar professores temporários. O pedido de esclarecimento se faz necessário como respeito a esses profissionais que até hoje aguardam ansiosamente sua convocação”, afirmou o vereador.

   2020 © Rafael de Angeli. Todos os direitos reservados.

  • Instagram
  • Facebook
  • Twitter