Notícia

Animado com o OP, CER do Cruzeiro do Sul conta com o apoio de vereador

Rafael de Angeli solicita mais pessoal para CER ‘Marialice Lia Tedde’


A equipe do Centro de Educação e Recreação (CER) “Marialice Lia Tedde”, no Jardim Cruzeiro do Sul, está comemorando uma vitória importante no Orçamento Participativo (OP) do bairro. “Vamos para a Plenária Regional com muita esperança. Com os recursos, poderemos construir um quiosque para recreação e faremos a revitalização do espaço externo, há muito tempo esperada”, conta a diretora do CER, Silvia Donofre, ao vereador Rafael de Angeli (PSDB), que visitou a escola.

Desde o início do mandato, ele tem percorrido os CERs da cidade, com o objetivo de fiscalizar o trabalho e encaminhar demandas ao Executivo. O CER atende a 260 crianças de 0 a 5 anos de idade, divididas nos horários matutino, vespertino e integral. De acordo com a diretora, o horário da tarde está sobrecarregado, mas a equipe não enfrenta problemas graves de pessoal. “Embora estejam em falta dois agentes educacionais, um para cada berçário, estamos atendendo bem as crianças, e teremos, em breve, o afastamento de uma professora que está grávida”, ressalva. Ainda no que diz respeito a pessoal, Silvia chama a atenção para a reposição de um agente educacional que aderiu ao Programa de Desligamento Voluntário (PDV) da Prefeitura e ainda não foi reposto, além da necessidade de mais professores de Educação Especial Inclusiva, dado que a escola tem vários alunos com autismo e outras especificidades. “Estamos fazendo muitas horas extras e revezando professores, o que não é o ideal, pois esses alunos demoram mais para criar vínculos, e as mudanças constantes podem acabar representando um problema”, explica. A creche conta com biblioteca, sala para repouso dos pequenos, dois berçários, um amplo refeitório, lactário, playground com brinquedos, entre outras instalações. As crianças têm à disposição várias salas para atividades: a Sala de Recursos, com giz de cera, guache, e outros artigos recreativos; a Sala Estruturada, com cadernos, lápis e outros materiais pedagógicos para as crianças do 5º período; a Sala Multimeios, com música, filmes, fantasias e brinquedos; e a Classe Intermediária (CI), para a transição das crianças do berçário para a pré-escola. Um problema encontrado foi o freezer da cozinha, que, de acordo com a equipe, vem apresentando defeito de funcionamento nos últimos meses, juntando gelo em excesso, que precisa ser retirado à mão. “Vamos indicar ao Executivo a manutenção ou, possivelmente, a substituição do freezer por um novo”, adianta Angeli. Alguns pontos da área externa demandam atenção. “Já fizemos pedido de retirada de um escorregador de ferro, porque fica exposto ao sol e esquenta demais, acaba queimando, não é adequado para as crianças”, informa a diretora. A presidente do Conselho de Escola, Elaine Frasnelli, acrescenta: “A areia dos tanques não é trocada há uns três anos. Antes disso, tinha ficado dez anos sem renovação, então as crianças tiveram bicho geográfico, interditamos os tanques, e a areia foi trocada. Mas, desde então, permanece a mesma. O nosso pessoal de limpeza rastela a areia com frequência, mas não dá para tombar a areia, para isso precisaria de uma equipe”.

Angeli se comprometeu a solicitar a troca de areia à Prefeitura. “É um problema recorrente nos CERs da cidade. Estou em contato com a secretária de Educação, Clélia Mara Santos, para agilizar as trocas. Também encaminharei ao Executivo as demandas relativas a pessoal. Embora a unidade esteja em boas condições de funcionamento, é possível contribuir para melhorar ainda mais o atendimento às crianças, principalmente as que têm necessidades especiais”, conclui.

   2020 © Rafael de Angeli. Todos os direitos reservados.

  • Instagram
  • Facebook
  • Twitter