Notícia

CEC Fundecitrus precisa de mais atenção

Em visita ao local, vereador Rafael de Angeli notou diversas demandas a serem cobradas ao Executivo


Continuando o trabalho de visita às unidades escolares da cidade, o vereador Rafael de Angeli (PSDB) esteve no Centro de Educação Complementar (CEC) “Fundecitrus” na tarde de quinta-feira (6), conversando com a diretora Renata Alexandre.

A área onde o CEC está instalado pertence à Fundecitrus e foi cedido à Prefeitura para a aplicação do Projeto de Educação Complementar. Hoje atende cerca de 250 alunos, de 6 a 14 anos, e oferece, ao todo, 7 oficinas: artes visuais, jogos, música, educação ambiental, dança, teatro e tecnologia da informação e comunicação (TIC). A sala onde os alunos têm aula de teatro é também o espaço de relacionamento e, segundo a diretora, é extremamente importante para o desenvolvimento das crianças. “Nessa aula elas fazem roda de conversa, onde podem se abrir e falar o que quiserem. Podem se manifestar através de danças, peças teatrais ou músicas.”

Ao percorrer a escola, o parlamentar notou diversos problemas que, segundo a diretora, prejudicam o bom andamento das atividades. No espaço onde fica o refeitório, por exemplo, que é utilizado para a realização de apresentações e reuniões de pais, o calor é extremo, em virtude da cobertura de telhas de cimento amianto. Angeli observou ainda que a unidade precisa de mais profissionais no setor de limpeza e reparos nas áreas interna e externa. Foi informado que está faltando professor de música no período da tarde e de educação ambiental em ambos os períodos, falta de material suficiente para atender a todos os alunos e cobertura na quadra de esportes. O vereador também constatou que os computadores precisam de manutenção, as mesas e cadeiras do refeitório precisam ser trocadas, falta manutenção na lousa digital e há três aparelhos de ar condicionado, recebidos através de doação, que precisam ser instalados. Renata contou que o orçamento anual é de R$ 10 mil e que não há nenhum outro repasse. “Isso dificulta muito na manutenção e melhorias, tanto na estrutura do prédio, quanto nas oficinas”.

Angeli acredita na importância do CEC para o desenvolvimento das crianças e da necessidade de investimentos para melhor atendê-las. “Vou fazer indicações e entrar em contato com a secretária da Educação, pois o trabalho exercido nessa unidade escolar vai fazer a diferença na vida das crianças quando elas forem adultas. Aqui eles desenvolvem diversas habilidades, o que torna o ensino tão fundamental”, finalizou Rafael de Angeli.

   2020 © Rafael de Angeli. Todos os direitos reservados.

  • Instagram
  • Facebook
  • Twitter