Notícia

Escola Aprendiz de Serralheiro não oferece cursos atualmente

Vereador Rafael de Angeli recebeu informações de que local tem sido utilizado para reuniões.

Imagem: Reprodução/ACidadeOn

Em maio, o vereador Rafael de Angeli (PSDB) encaminhou o Requerimento n° 476/2021 ao Executivo, solicitando informações sobre o Centro de Formação Profissional "Professor Lourenço Arone", conhecido como Escola de Serralheiro, localizado na Avenida Nabor Rodrigues dos Santos, no Jardim dos Manacás. Em resposta, a Prefeitura informou que as últimas turmas se formaram em 2019 e que, atualmente, o espaço está sendo utilizado para reuniões com cooperativas e empreendimentos solidários.


Os últimos cursos ofertados foram Serralheiro em Aço Carbono, Eletricista Instalador, Auxiliar de Almoxarife e Automação de sistemas prediais com comandos elétricos. De acordo com as informações prestadas, durante a pandemia, os cursos de formação ficaram restritos ao Espaço Kaparaó, o qual possui uma estrutura mais adequada ao momento.


No requerimento, o parlamentar questionou se existiam parcerias para o pleno funcionamento da escola e a Prefeitura esclareceu que não há contratos desse tipo em vigência; a época de maior oferta de qualificações profissionais ocorreu durante o período no qual o Pronatec subsidiava o Sistema S na oferta de cursos nos municípios.


Além disso, segundo ainda a resposta, grande parte dos equipamentos da oficina da escola, principalmente o maquinário pesado, era propriedade do Senai, que os retirou ainda em 2020, já que muitos deles estavam obsoletos ou danificados; o último curso de Serralheiro em Aço Carbono ofertado precisou ser realizado nas dependências do próprio Senai.


"É uma pena que projetos de profissionalização tão importantes tenham sido encerrados. Esperamos que, com o fim da pandemia, diversas políticas públicas sejam construídas pela Prefeitura para suprir essa e outras demandas da nossa população", enfatizou Angeli.


15/7/2021