Notícia

Obras no CER do Parque Infantil estão na mira de fiscalização

Vereador Rafael de Angeli protocolou requerimento questionando valores diferentes do previsto, prazos e contrapartidas com construtora na cidade.

Imagem: Reprodução/Câmara Municipal de Araraquara

Com 80 anos, sendo o mais antigo da cidade, e atendendo cerca de 200 crianças, o Centro de Educação e Recreação (CER) “Leonor Mendes de Barros”, localizado no Parque Infantil, no Centro de Araraquara, ganhou uma reforma estrutural, concebida pelo Orçamento Participativo. A creche sofria com problemas de infiltração, galhos de árvores, pavimentação e segurança. Pais de alunos da unidade já haviam relatado isso ao vereador Rafael de Angeli (PSDB), em abril de 2017. O parlamentar chegou a fazer uma visita de fiscalização na casa alugada para sediar o CER, em fevereiro de 2019, durante o período da reforma, localizada na Avenida Circular Mário Arita.


O investimento anunciado em 2019, era de R$ 696 mil, em contrapartida da empresa Vitta Residencial Incorporadora e Construtora. No entanto, recentemente, a Prefeitura anunciou que a unidade de educação infantil recebeu, na verdade, investimento de R$ 1,3 milhão, e que as obras estão próximas de serem concluídas.


Considerando ainda a atual situação da pandemia, que as aulas presenciais tiveram retorno parcial em abril, e que, a partir de agosto, está previsto um aumento no percentual de alunos nas unidades escolares, Angeli apresentou o Requerimento nº 625/2021 ao Executivo, no dia 8 de julho, com diversos questionamentos.


O vereador indaga qual foi a contrapartida acertada com a empresa Vitta Residencial Incorporadora e Construtora para a reforma do local; o valor previsto e o valor real investido na obra e, se existe diferença, porque ela ocorreu e qual a origem do valor. Ele pede ainda informações sobre a previsão para o término da reforma e a atual previsão; as medidas preventivas que estão sendo tomadas nas aulas presenciais que ainda estão ocorrendo na casa alugada temporariamente em substituição da unidade; a quantidade de crianças que estão sendo atendidas atualmente na casa alugada e se ela é adequada às medidas sanitárias para evitar a transmissão do novo coronavírus (Covid-19); o planejamento para o aumento no número de alunos no retorno gradativo às aulas se a obra ainda não estiver finalizada; e os valores gastos até o momento com o aluguel do imóvel.


O parlamentar entende que precisa dar respostas mais concretas aos pais dos alunos do CER do Parque Infantil:


"Os pais das crianças têm nos cobrado sobre o andamento das obras e, somado a isso, queremos fiscalizar as negociações e prazos estabelecidos pela Prefeitura", explica Angeli.


16/07/2021

2 comentários