Notícia

Orçamento da Controladoria do Transporte prevê reformas no Terminal de Integração


Dando sequência às audiências para definir as diretrizes orçamentárias do município em 2019, os presidentes das comissões de Tributação, Finanças e Orçamento, Elias Chediek (MDB), e de Justiça, Legislação e Redação, José Carlos Porsani (PSDB), estiveram reunidos, na tarde da quarta-feira (23), com os responsáveis pela Secretaria Municipal de Cooperação dos Assuntos de Segurança Pública e pela Controladoria do Transporte de Araraquara (CTA).

Durante a reunião, o secretário João Alberto Nogueira Junior justificou o orçamento de R$ 15.970.670,97 para a pasta da segurança com base na aplicação das seguintes ações: fortalecimento da Guarda Civil Municipal e Defesa Civil, promoção da integração com as forças de segurança que atuam no município, realização de parcerias nos multissetores, bem como a gestão das políticas públicas para um trânsito mais seguro na cidade. Outro destaque para o programa da Secretaria é que o órgão trabalhará, em 2019, priorizando as operações preventivas de segurança. Ainda na audiência, o coordenador de Mobilidade Urbana no município e também diretor-presidente da CTA, Nilson Carneiro, apresentou a previsão de gastos para o setor no ano que vem, que é de R$ 10.397.004,38. Segundo Carneiro, o custo estimado será aplicado no programa de fiscalização, regulamentação e controle do serviço público de transporte municipal, bem como na cobertura dos encargos da antiga Companhia Tróleibus Araraquara. De acordo com o coordenador, estão previstas nesse orçamento as obras para a reforma do Terminal Central de Integração (TCI) e, ainda, a instalação de painéis com a previsão do horário de chegada de cada ônibus nos pontos.

Também estiveram presentes os vereadores Cabo Magal Verri (MDB), Edson Hel (PPS), Paulo Landim (PT), Rafael de Angeli (PSDB), Roger Mendes (Progressistas) e Zé Luiz - Zé Macaco (PPS), e o presidente da Câmara, Jéferson Yashuda Farmacêutico (PSDB). Os parlamentares devem enviar as propostas de emendas até o dia 4 do próximo mês. Após a aprovação das alterações, a Prefeitura elaborará, em setembro, a Lei Orçamentária Anual (LOA) para o município.  

   2020 © Rafael de Angeli. Todos os direitos reservados.

  • Instagram
  • Facebook
  • Twitter