Notícia

Prefeitura esclarece aumento de mais de 7 milhões de reais em contrato com terceirizada

Vereador Rafael de Angeli encaminhou Requerimento no ano passado, pedindo explicações para aumentos entre 2018 e 2019 na Secretaria de Educação.


Em agosto do ano passado, o vereador Rafael de Angeli (PSDB) enviou ao Executivo o Requerimento nº 821/20, no qual pedia informações referentes ao contrato da Secretaria Municipal de Educação, com a Verocheque Refeições. Na ocasião, o parlamentar apontava um grande aumento do valor pago à empresa, de 2018 para 2019.


As informações divulgadas no Portal da Transparência da Prefeitura davam conta do valor de R$ 1.512.210,00, pago em 2018, saltando para R$ 8.734.090,55 em 2019, para o Ensino Fundamental e de R$ 1.030.122,00 em 2018, passando para R$ 6.2828.174,97 em 2019, para o Ensino Infantil.


No requerimento, Angeli solicitou cópias do primeiro e do último contratos atualizados, contendo valores e serviços prestados pela Verocheque, além de uma justificativa para o aumento ocorrido entre 2018 e 2019.


A Secretaria de Educação respondeu por meio de um memorando assinado conjuntamente pela gerente de Gestão Orçamentária e Financeira e pela gerente Contábil e de Convênios. De acordo com elas, o total apontado no requerimento, no tocante a 2018, corresponde somente ao valor empenhado para a empresa Verocheque Refeição Ltda, deixando de somar os valores referentes à empresa Trivale Administração Ltda, que também prestava serviço de auxílio-alimentação e encerrou o contrato no exercício de 2018.


Corrigindo os valores, as gerentes informaram que o montante empenhado às duas empresas no exercício 2018 foram R$ 8.566.749,46, para o Ensino Fundamental, e R$ 7.266.479,91, para o Ensino Infantil. Já em 2019, os valores foram, respectivamente, R$ 8.734.090,55 e R$ 6.282.174,97. A resposta é complementada por demonstrativos e relatórios, e pode ser consultada no site da Câmara Municipal.


Angeli reforça o papel da vereança:

"Como fiscalizadores, temos que estar atentos aos contratos da prefeitura, como esses, em que os valores são bem altos. Temos que estar de olho na administração, cuidando do dinheiro que é público e que precisa ser muito bem utilizado e da maneira correta", finaliza o parlamentar.


22/01/2021