Notícia

Projeto de nova sede da Conviva Down é levado para vice-prefeito

Os vereadores Rafael de Angeli e Roger Mendes visitaram a entidade recentemente para ouvir demandas

Em visita recente à Conviva Down, entidade que existe em Araraquara desde 2015 e luta pela inclusão e pelo desenvolvimento das crianças e dos adolescentes portadores da Síndrome de Down, os vereadores Rafael de Angeli (PSDB) e Roger Mendes (Progressistas) tomaram conhecimento de diversas demandas da instituição, entre elas a dúvida a respeito de um terreno, conquistado por meio de permissão de uso, para ampliação do trabalho.

Para encontrar uma solução, ambos se reuniram com o vice-prefeito e secretário do Trabalho e do Desenvolvimento Econômico, Damiano Neto (Progressistas), na tarde da quinta-feira (24). De acordo com representantes da Ong presentes no encontro, havia um prazo para ser apresentado o projeto de construção da nova unidade e este estaria vencido. Em 26 de dezembro do ano passado, foi pedida uma prorrogação de 24 meses para entrega do projeto e início das obras, mas segundo a psicóloga Cláudia Fabrício de Andrade, nenhum retorno foi dado. “Queremos saber se ainda temos direito de uso da área ou se teremos que correr atrás de um outro local. Nosso atendimento foi ampliado, mas não temos espaço para atender muita gente”, enfatizou José Coelho, também representando a Conviva Down. Damiano explicou que a entidade precisa apresentar o projeto o quanto antes para passar por avaliação do conselho, que deverá se reunir no próximo mês. “Não precisa ser completo, caso não tenha previsão de concluir tudo. Entre com o que conseguirá fazer dentro do prazo para entrega das obras. Basta especificar o prazo para a conclusão de cada etapa”, detalhou, lembrando que a instituição precisa justificar a necessidade do terreno e de ampliação do atendimento no documento.


Angeli e Mendes destacaram a importância desse meio-campo entre a Ong e o Executivo. “Recebemos essa demanda na visita que realizamos à entidade no início do mês e trouxemos ao Damiano para encontrarmos uma alternativa, já que a instituição necessita de um novo espaço para continuar prestando esse relevante serviço à população”, pontuaram. O coordenador executivo da Indústria e Tecnologia, Heber Pereira, também participou da reunião.

   2020 © Rafael de Angeli. Todos os direitos reservados.

  • Instagram
  • Facebook
  • Twitter