Notícia

Questionamentos sobre altos custos de obra do CER do Parque Infantil são respondidos

Vereador Rafael de Angeli recebeu esclarecimentos e planilhas orçamentárias dos valores que foram quase o dobro do previsto.


Em fevereiro de 2022, o primeiro secretário da Mesa Diretora da Câmara Municipal de Araraquara, vereador Rafael de Angeli (PSDB), esteve no Centro de Educação e Recreação (CER) "Leonor Mendes de Barros", localizado no Parque Infantil, e percebeu problemas na estrutura da unidade, mesmo após a reforma realizada no local. Por isso, o parlamentar solicitou informações referentes às obras à Prefeitura por meio do Requerimento nº 164/2022.


Angeli destacou que o CER é o mais antigo da cidade, com 79 anos, e atende cerca de 200 crianças. "Mesmo após a reforma, notei problemas como infiltração, falta de instalação de abrigo na entrada da unidade para proteção das crianças e educadores em dias de chuva, falta de reinstalação da linha de telefonia fixa, manutenção em alguns brinquedos no playground e melhorias em uma sala de uso por profissionais".


Em resposta, o Executivo enviou cópia do projeto arquitetônico e planilhas orçamentárias, conforme solicitado pelo vereador, o qual também questionou a alteração na previsão orçamentária de R$ 696 mil para R$ 1,3 milhão de investimentos.


Sobre essa questão, a secretária municipal de Desenvolvimento Urbano, Sálua Poleto, informou que a obra inicial da reforma da escola sofreu alterações em relação "à complementação de substituição de acabamentos internos; novas especificações de esquadrias; complementação de fechamento de vidros; necessidade de nova entrada de energia e complementação de iluminação externa; recapeamento das áreas da escola e seu entorno; novo alambrado na parte frontal; e complementação do serviço de substituição de calhamento do telhado”.


Para Angeli:

"Não faz muito sentido ser estipulado um valor no início da obra, no meio dela duplicar o custo dos itens e, após finalizada, ainda ocorreram acidentes, como o desabamento do teto, principal foco da reforma. Analisaremos os dados para intensificar a fiscalização sobre o caso".


6/5/22

1 comentário