top of page

Notícia

Reinauguração de CER no Jardim Universal segue sem definição

Informações foram encaminhadas ao vereador Rafael de Angeli pela Secretaria da Educação.


No início de abril, após visita ao Centro de Educação e Recreação (CER) "Jacomina Filippe Sambiase", no Jardim Universal, o vereador Rafael de Angeli fez à Prefeitura um requerimento buscando informações e cinco indicações de melhorias para a unidade, vencedora de Plenária do Orçamento Participativo (OP) de 2019 para reforma e ampliação e que ainda se encontrava em obras. Elas tiveram início em agosto de 2021, com investimento total previsto em R$ 719.978,76 via Programa de Financiamento à Infraestrutura e ao Saneamento (Finisa).


Enquanto ocorrem as obras, parte das crianças está alocada em outro prédio próximo à unidade, chamado de Jacomina II. Atualmente, são atendidas 185 crianças por 15 professores e 17 agentes educacionais. Em breve, mais alunos deverão ingressar no CER, chegando a um total de 230 – a unidade já chegou a atender 280 crianças.


Recentemente, a secretária municipal da Educação, Clélia Mara dos Santos, respondeu ao parlamentar, informando que, conforme o contrato, o valor devido pela prestação dos serviços é de R$ 767.583,86. Segundo ela, as melhorias da área externa serão executadas em etapa posterior, a partir do projeto arquitetônico em desenvolvimento.


Sobre a segunda unidade, a secretária explica que o valor gasto para reforma e adequação do imóvel locado foi de R$ 22.420. "Não houve reajuste no aluguel, permanecendo o mesmo valor desde a assinatura do contrato de locação".


Sem previsão


De acordo com Clélia, a reinauguração oficial da unidade educacional ocorrerá quando estiverem concluídas todas as etapas da reforma, incluindo a requalificação da área externa.


"O prédio próprio do CER comportará todos os alunos hoje matriculados na unidade após o término da reforma. Não há necessidade do uso do imóvel locado para atendimento da demanda atual", pontua sobre uma possível manutenção da segunda unidade.


No entanto, a secretária pondera a possibilidade de alteração desse cenário no futuro: "A Secretaria Municipal da Educação fará uma avaliação da projeção futura de matrículas na região, considerando os novos empreendimentos imobiliários do território de abrangência do CER, para avaliar a pertinência ou não da manutenção da locação", conclui.


Para Angeli, "é inadmissível que as obras do CER Jardim Universal estejam se arrastando por tanto tempo, privando as crianças de ter um espaço adequado para educação e recreação. É preciso agilidade e compromisso por parte da Prefeitura para garantir que essa unidade seja entregue o mais rápido possível e com a qualidade que as nossas crianças merecem".


12/5/2023

1 comentário


Cris Rossi
Cris Rossi
15 de mai. de 2023

Lamentável vereador Rafael sem palavras.

Curtir
bottom of page