Notícia

Vereador leva proposta de grupo escoteiro à Oficina das Meninas

Entidade atende 80 meninas de Araraquara em situação de vulnerabilidade.


Com a intenção de oferecer mais uma atividade para a Oficina das Meninas, entidade que acolhe crianças e adolescentes de 6 a 17 anos em situação de vulnerabilidade, Náthalie dos Santos, do Roca de Fogo Acampamentos e também integrante do Grupo Escoteiro Araraquara “José Luis Torquato”, procurou o vereador Rafael de Angeli (PSDB), que mediou uma reunião com a presidente da instituição, Anna Paula Nunes.


Segundo Náthalie, o projeto acontece na Chácara Flora e tem o objetivo de despertar virtudes e o senso de trabalho em equipe. “Já temos tudo pronto para oferecer às meninas”, garantiu. Inicialmente, seriam disponibilizadas 30 vagas. Para a presidente, a principal dificuldade envolveria o transporte, uma vez que a atividade aconteceria aos sábados. “Seria muito legal essa proposta para elas, mas sem transporte fica difícil, a carteirinha que elas têm serve apenas de segunda a sexta, e em horários determinados. Além disso, precisaríamos nos programar e comunicar as famílias. Acredito que aqui no nosso espaço seria mais fácil”.


Entusiasmado com a ideia, Angeli afirmou que buscará um meio para que se torne possível a locomoção das meninas para o espaço da atividade:


“É mais uma opção para que elas possam ter um momento de descontração. Seria um aprendizado, já que estariam convivendo com uma realidade diferente”, entende.


Corrida das meninas


Anna Paula comentou sobre uma nova iniciativa da entidade: a promoção da Corrida “Oficina das Meninas”. “Mas para isso, também precisaríamos de apoio, pois envolve custos. Estamos buscando ajudas e patrocínios”, relata, lembrando que premiação e registro da prova na federação atrairiam mais atletas. “A venda dos kits já ajuda, mas precisamos de voluntários e de um auxílio externo, de repente até do grupo de escoteiros. Também temos que ver ambulância e o percurso com a Prefeitura”, lembrou a presidente.


Náthalie se mostrou receptiva para uma possível ajuda. A corrida ocorreria no dia 19 de maio, com largada e chegada na Oficina. Para Angeli, a intenção é boa. “Com certeza atrairia muitas pessoas, que poderiam depois conhecer de perto o excelente trabalho que a entidade realiza para tantas meninas de Araraquara.”


Falta de vagas


A presidente informou que a Oficina está sem vagas no momento. “Estamos com 80 meninas. A vontade e a capacidade seria para 100, mas temos que ampliar nosso quadro de funcionários para isso. Temos meninas que estão há oito anos aqui, são vagas que demoram para surgir. Atendemos apenas casos extremos, com encaminhamentos do Conselho Tutelar, Cras e Creas”, detalhou.


Sobre a Oficina


Com 15 anos de história, é uma Organização não governamental (Ong) e sem fins lucrativos que realiza atividades em períodos do contraturno escolar, de segunda a sexta-feira, das 7h às 17h.


Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (16) 3322-6232, pelo e-mail oficinadasmeninas@techs.com.br, pelo site www.oficinadasmeninas.org.br e também pelo Facebook “OficinaDasMeninas”.


A Ong está localizada na Avenida Padre Manoel da Nóbrega, nº 540, Parque Alvorada.

   2020 © Rafael de Angeli. Todos os direitos reservados.

  • Instagram
  • Facebook
  • Twitter