Notícia

Vereador Rafael de Angeli cobra fiscalização no entorno do Teatro Municipal

Requerimento endereçado à Prefeitura foi assinado por oito parlamentares.

Imagem: Reprodução/ACidadeOn

Após receberem diversas reclamações sobre a perturbação do sossego público, sendo a maioria delas no entorno do Teatro Municipal, onde se reúnem centenas de pessoas aos finais de semana, os vereadores José Carlos Porsani, Jéferson Yashuda, Rafael de Angeli (todos do PSDB), Delegado Elton Negrini (PRTB), Lucas Grecco (PSL), Elias Chediek, Gerson da Farmácia e Tenente Santana (todos do MDB) apresentaram, no dia 26 de agosto, o Requerimento nº 859/2020, ao Executivo, questionando se o local estaria sendo fiscalizado.


No documento, os parlamentares consideram que reuniões neste momento de pandemia e restrições sanitárias vão contra os decretos estaduais e municipais que regem esse assunto. Eles entendem que, além da aglomeração, há uma “verdadeira algazarra e distúrbios com o bem público e particular, tendo em vista som alto de veículos e motos com escapamento aberto acelerando até a madrugada, lixo espalhado por todo o entorno e pessoas urinando em via pública”. Além disso, os vereadores informam relatos de uso excessivo de bebidas alcoólicas, drogas e até sexo no local.


Confira discurso do vereador Rafael de Angeli, na sessão da Câmara de 19 de agosto, sobre o tema:


Ainda de acordo com o Requerimento, há registros de gravações do som extremamente alto no local de madrugada, o que faz os parlamentares questionarem se foi feita alguma averiguação e dispersão. Os vereadores também buscam saber como está sendo realizada a fiscalização, se já ocorreram autuações e notificações, e quantos chamados a Guarda Municipal recebeu sobre a área, principalmente nos últimos três meses.



29/08/2020

1 comentário

   2020 © Rafael de Angeli. Todos os direitos reservados.

  • Instagram
  • Facebook
  • Twitter