Notícia

Vereador sugere horta urbana para Jardim Água Branca


Após receber reclamações da diretora do Centro de Educação e Recreação (CER) do Jardim Água Branca sobre uma área da Prefeitura que está causando transtornos para a vizinhança, o vereador Rafael de Angeli (PSDB) se reuniu na quinta-feira (5) com integrantes da Amaris, uma associação de moradores que conta com 11 bairros integrados, para discutir a possibilidade de transformar o local em uma horta urbana. O terreno, que faz fundo com o CER “Profª Amélia Fávero Manini” e com o Orfanato Renascer, serve para acúmulo de lixo e mato. A reclamação dos dirigentes de ambas as instituições é de que o mato alto e o lixo lá jogado facilitam a proliferação de animais, como escorpiões e aranhas. “Para resolver essa situação, sugiro que seja feita uma horta urbana, onde as crianças poderão fazer atividades. No entanto, a coordenadora de Agricultura, Silvani Silva, informou que não há como a Prefeitura cuidar. Então, é preciso que a comunidade abrace a causa e tome conta da plantação”, disse Angeli. Os membros da Associação demonstraram muito interesse na ideia. “Vamos levar a proposta para discussão em nossa próxima reunião, com a finalidade de buscar pessoas que se disponham na mão de obra da horta. Também precisamos saber o custo de tudo”, pontuou o vice-presidente da Amaris, Miguel Fernando Aielo Fonari. O parlamentar informou que solicitará, junto ao Executivo, a primeira limpeza, e que a Coordenadoria dará dicas do que plantar e de como manter a horta. Angeli entrará em contato com a Prefeitura para saber a disponibilidade do uso da área, além de questões práticas, como a água e uma grade para fechar o local.

   2020 © Rafael de Angeli. Todos os direitos reservados.

  • Instagram
  • Facebook
  • Twitter