Notícia

Alterações no trânsito em via na Vila Velosa são reivindicadas

O vereador Rafael de Angeli esteve no local e protocolou indicações ao Executivo sugerindo mudanças.


Na tarde da quarta-feira (11), o vereador Rafael de Angeli (PSDB) esteve na rua Antônio de Camargo Abreu, no cruzamento com a Avenida Luís Alberto, no bairro Vila Velosa, para mediar conversa entre representantes da Coordenadoria de Mobilidade Urbana e moradores da região. Acompanhado do engenheiro de trânsito Daniel Gatt Robles, o parlamentar conversou com a síndica do centro empresarial "Royal Garden", Mônica Aquino Clemente, sobre reclamação referente ao trânsito.



De acordo com Mônica, desde 2017, durante os trâmites da obra do edifício, houve o pedido ao Executivo para a implantação de um semáforo na via em questão, porém, até o final de 2018, quando a construção do prédio terminou, o equipamento semafórico não havia sido instalado. Desde então, os condôminos tentam reivindicar a demanda com a Prefeitura, mas sem sucesso. Em julho de 2021, contataram Angeli, que protocolou a Indicação nº 3213/2021.


"Nós formalizamos o pedido à Prefeitura, mas gostaríamos que um agente público responsável analisasse a situação, uma vez que a ausência de semáforo em local de grande fluxo de veículos compromete o tráfego e provoca acidentes. Quem sai da Bento de Abreu em direção à Vila Xavier ou à Maurício Galli, precisa passar por aqui", argumentou.

Durante a conversa, a reorganização das vagas de estacionamento e das faixas também foi colocada como possibilidade para resolução do problema. Robles comprometeu-se a estudar o trânsito no local para resolver a demanda. Para formalizar o pedido, o vereador ainda protocolou dois documentos referentes à sinalização de faixa branca e à placa de "proibido estacionar" (Indicações nº 3476 e 3480/2021).


Para Angeli, "o mandato se faz com o contato direto com a população. As reivindicações são pertinentes e fazemos questão de levar diretamente os responsáveis da Prefeitura para verem os problemas de perto para que sejam completamente entendidos e possivelmente solucionados".


20/8/2021