Notícia

Nota de repúdio pelo silenciamento de servidores municipais de Araraquara

Em nota de repúdio, vereador Rafael de Angeli se posiciona sobre ações da comissão para a criação do Estatuto dos Servidores Públicos do Município de Araraquara.


Confira a nota, na íntegra, divulgada nas redes sociais do parlamentar:


"Amigos,


Como sabem, posicionei-me contra a migração do regime CLT para o regime estatutário. Um dos principais pontos que me fez ser contrário é a possibilidade da Administração Pública Municipal retirar, dos servidores municipais, direitos que anteriormente lhes eram garantidos.


Infelizmente já é o que vem ocorrendo.


Recebi denúncias que membros da Comissão estão sendo silenciados nas reuniões online (no sentido literal da palavra, simplesmente tendo seus microfones e câmeras desligados) por se oporem a alguns pontos levantados por membros do governo. Meu total repúdio a atitudes desonestas como esta!


Diante disso, apresentei requerimento questionando quais critérios são utilizados para que o microfone e/ou câmera de alguém seja silenciado, bem como perguntando o atual andamento dos debates na comissão.


A Prefeitura agora tem até 55 dias para apresentar resposta fundamentada, sob pena de encaminhamento ao Ministério Público.


Presto minha solidariedade aos servidores que vêm sofrendo esse cerceamento da liberdade de expressão e de opinião!


Juntos somos mais fortes!".



31/03/2021