Notícia

Prefeitura responde sobre destinação de infraestrutura do Hospital de Campanha

Vereador Rafael de Angeli recebeu informações em resposta a requerimento de fiscalização.


Em julho, o vereador Rafael de Angeli (PSDB) enviou o Requerimento nº 628/2022 à Prefeitura, solicitando informações sobre o destino da infraestrutura médica e respiradores após o desmonte do Hospital de Solidariedade. Em resposta, o Executivo informou que "a maioria dos equipamentos hospitalares foi direcionada à Unidade de Retaguarda do Melhado, como monitores cardíacos, respiradores, entre outros que, inclusive, já pertenciam àquela unidade".


No documento, também foi explicado que alguns respiradores foram enviados às Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) e que o "Hospital de Campanha contava ainda com alguns respiradores que foram objeto de locação junto a empresas diversas, conforme contratos firmados pelo setor competente, sendo oportunamente devolvidos tão logo houve a redução substancial de casos graves da Covid-19 e, consequentemente, não se mostravam mais necessários".


Sobre os mobiliários, como armários, macas, camas hospitalares, suporte de soro, colchões hospitalares e lixeiras, a Prefeitura afirmou que tais itens foram realojados às UPAs, no intuito de substituir aqueles mais desgastados; já os móveis sobressalentes foram armazenados em depósito próprio da saúde para oportuna utilização.


Angeli espera que os equipamentos realmente estejam realocados e disponíveis para uso da população.


"Sabemos que nada disso foi barato, mas que foi utilizado para salvar vidas. Todos os equipamentos precisam continuar servindo para este propósito, mesmo com a vacinação em curso e a melhora da pandemia".

A lista completa com a descrição, destinação e quantidade de itens pode ser conferida na resposta enviada.



18/8/22