top of page

Notícia

Requerimento questiona problemas estruturais na Via Expressa

Vereador Rafael de Angeli argumenta Prefeitura sobre previsão do início das obras emergenciais no local, após cobranças do Ministério Público.


Problemas estruturais na Avenida Maria Antônia Camargo de Oliveira, a Via Expressa, uma das principais da cidade, foram indagados pelo primeiro secretário da Mesa Diretora da Câmara Municipal, vereador Rafael de Angeli (PSDB), em requerimento.


O parlamentar pergunta ao Executivo o posicionamento do órgão frente ao laudo do Ministério Público sobre a Via Expressa, quais são as obras que serão realizadas após o apontamento mencionado e se existe previsão para o início das obras emergenciais no local.


"Desde 2017, no meu primeiro ano de mandato, tenho alertado e cobrado laudos e soluções plausíveis, por meio de requerimentos, indicações, discursos na Tribuna da Câmara e vídeos nas redes sociais, para as irregularidades na Via Expressa, entre elas, indícios de avarias na manutenção e risco de colapso nas galerias de águas pluviais e de canalização do Córrego da Servidão", afirma Angeli.

No documento, o vereador aponta a necessidade de obras emergenciais em trecho do Córrego do Ouro, visando a minimizar problemas de drenagem. Ele também cita que o Ministério Público do Estado de São Paulo, por meio da Promotoria de Justiça de Meio Ambiente, Habitação e Urbanismo de Araraquara, apresentou, recentemente, laudo mencionando diferentes irregularidades e necessidade de obras emergenciais na Via Expressa.



16/11/22

Comments


bottom of page